quarta-feira, 22 de junho de 2011



Anjos do Céu
As ondas são anjos que dormem no mar,
Que tremem, palpitam, banhados de luz...
São anjos que dormem, a rir e sonhar
E em leito d'escuma revolvem-se nus!
E quando de noite vem pálida a lua
Seus raios incertos tremer, pratear,
E a trança luzente da nuvem flutua,
As ondas são anjos que dormem no mar!
Que dormem, que sonham- e o vento dos céus
Vem tépido à noite nos seios beijar!
São meigos anjinhos, são filhos de Deus,
Que ao fresco se embalam do seio do mar!
E quando nas águas os ventos suspiram,
São puros fervores de ventos e mar:
São beijos que queimam... e as noites deliram,
E os pobres anjinhos estão a chorar!
Ai! quando tu sentes dos mares na flor
Os ventos e vagas gemer, palpitar,
Por que não consentes, num beijo de amor
Que eu diga-te os sonhos dos anjos do mar?

(Álvares de Azevedo)

9 comentários:

edumanes disse...

Seu lindo poema de amor,
Para com emoção comentar
Com paixão e calor
Vai nas ondas refrescar
No jardim colher uma flor
Para no seu peito colocar
Eu seu rosto com fervor
Em seus olhos lindo olhar.

Continuação de uma boa semana,
Um abraço
Eduardo.

edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mfc disse...

Gostei destas imagens vivenciadas do mar e das ondas!

Francisco Domingues disse...

Olá, Déia!
Os anjinhos são personagens bem simpáticas, não são? Que pena que realmente não existam! Mas é bom pensar neles: figuras aladas que voam e boas que protegem quem, por esta vida, vai transitando até um dia...
Cordiais suadações!
Francisco Domingues

Lindalva disse...

e que os anjos digam amém... Olá amiga Déia estou correndo as ondas atrás de votinho e vim saber se posso contar contigo, estou na semi final da copa blog que irá até domingo.. vote e faça uma sereia sorrir: eu kkkk.. te convido tb a participar da festa de reabertura do ostra da poesia sábado em uma grande festa. Milhões de beijos de luz e um resto de feriado com muitos afagos!

Jorge disse...

Viva, Deia!
Que bom é ler este poema; faz-me esquecer este mar alteroso em que navegamos.
Bjs
J

*♡* Jane dos Anjos *☆* disse...

Lindooo Déia... eu amo poemas sobre anjos e esse me deixou emocionada... Obrigada por postar coisas tão lindas de se ler e sentir... beijoos

Ângela Coelho disse...

Déia! Lindo o poema de Álvares Azevedo; gosto muito de lê-lo, ele escrevia com muita singeleza.
Vou te lincar e te seguir.
Beijos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há tempos não lia
Alvares de Azevedo.
Poeta dos mais queridos
por mim,
de palavras plenas
de sentimentos
e assim,
eternas em nossas vidas.

Vida plena em teus dias.