terça-feira, 31 de maio de 2011



Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão. 

Carlos Drummond de Andrade

25 comentários:

* Verinha * disse...

Divino Déia!.. É.. as coisas lindas ficam como doces recordações em nossa memória!

Uma beijoca em seu coração..
Verinha

A Escafandrista disse...

notei a nobreza dos versos logo no primeiro terceto. uma beleza seu blog, uma alegria encontrar um dos meus poetas favoritos aqui. sigo-te também. abração.

♪ Sil disse...

Déia,

Que maravilha entrar num blog tão lindo, e já chegar com o Mestre Drummond!
Obrigada pelo carinho, vim retribuir e dizer que aqui fico!

Um beijo!

Olinda Melo disse...

Olá,Déia

Carlos Drummond de Andrade é outro dos meus poetas preferidos.Um poema lindíssimo.

Obrigada pelo seu esclarecimento quanto ao TOPBLOG 2011.Depois virei votar.

Beijo

Olinda

Aline disse...

Amei o poema!
Linda escolha
Boa noite
Aline

Lindalva disse...

Olá querida passando para um alô, ver as novi e dizer que tem selo seguidores na ilha, presente para os amigos, ah! e estou copa blog amanhã último dia da minha participação, posso contar com teu voto? beijinhos de luz e um resto de semana com muita poesia.

Everson Russo disse...

Bom dia minha mais nova amiga, te vi numa amiga em comum,,,vi no seu perfil a letra de Renato,,,então aqui estou,,,adorei seu blog...grande beijo de lindo dia pra ti,,,

www.olivrodosdiasdois.blogspot.com

Nina Pilar disse...

Muito lindo e aconchegante teu blog déia.
escreves com muita sensibilidade, adorei!
beijos querida

Álvaro Lins disse...

Excelente escolha Carlos Drummond!
Abraço

Marcio Rufino disse...

Olá Déia,

Amei teu blog onde vc prestigia os poemas de poetas consagrados. Parabéns. Voltarei mais vezes. Te descobri no blog do Pó de Poesia do qual também faço parte. Quero convidá-la a visitar, ler, comentar e , se puder, seguir meu blog http://emaranhadorufiniano.blogspot.com

Já te sigo.

Bjs!!!

Calu disse...

...As coisas findas,
muito mais que lindas...
Saudades que ficam eternas emoções!!!
Tão Drumond quanto se queira.
Uma lindeza como as coisas que ficam, Déia.
Bjo grande,
Calu

Miguel disse...

Belíssima poesia, falar o que sobre Drummond? Simplesmente sem comentários.

Estou levando o selo comemorativo de 300 seguidores, posso?

Vou colocá-lo no meu blog de selos e memes, endereço:

http://mygiftw-presentes.blogspot.com

Beijo querida, até novamente.

Miguel disse...

oops, endereço correto:

http://mygifts-presentes.blogspot.com

mfc disse...

... e quem dera que fiquem para sempre!

Ariana disse...

Doces memórias e lembranças.
Belo poema!


Beijos

Raphael Martins disse...

Adorei seu blog. Te achei no blog Desabafo. Bjs.

*♡* Jane dos Anjos *☆* disse...

Déia que coisa mais gostosa de se ler...Drummond é uma delicia mesmo!! Minha irmã pegou um livro dele de mim emprestada e ate hoje, já tem 10 anos...rsrsrsrsrs...beijuuuus
Sinto sua falta no meu Blog!! ♥.♥

António Gallobar disse...

Uma maravilha de poema de um grande poeta

Obrigada pela visita, o seu blogue é lindo, adorei, vou voltar

beijo

Elaine Coelho disse...

O Déia!!!

"Que as memórias sejam sempre doces e gostosas!!!"

Minha flor... lindo blog, viu?!!! Me instalarei por aqui!!!!
Ahhhh!!!! E obrigada pelo carinho e pela visita volte sempre!!!!

coisinhasdalayne.blogspot.com

Beijos e Ótimo dia para ti!!!

.l disse...

bem ritmado esse poema. mas lido com cuidado diz bem mais do que as palavras que contém

ZezinhoMota disse...

Uma linda e feliz escolha, num poeta/Escritor que me diz muito...

Espero ter o privilégio de seguir as suas escolhas poéticas...

Saudações poéticas do Porto-Portugal...

Do Poeta/Escritor ZezinhoMota

As Minhas Poesias nos meus blogs

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

A Poesia do Zezinho http://zezinhomota.blogspot.com

Will disse...

Olá,
passando para deixar um oi e apreciar seu espaço sempre tão lindo.
abç

Fernand's disse...

ahhhh, essas são donas do nosso melhor passado.


=)

bjsmeus

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Que lindo, Déia!

Ricardo Calmon disse...

Belo e intenso, transcrição essa,Déia, arrefeceu tristezas minhas!

viva a vida