sábado, 12 de novembro de 2011

Renúncia



Renúncia 

Chora de manso e no íntimo... Procura
Curtir sem queixa o mal que te crucia:
O mundo é sem piedade e até riria
Da tua inconsolável amargura.
Só a dor enobrece e é grande e é pura.
Aprende a amá-la que a amarás um dia.
Então ela será tua alegria,
E será, ela só, tua ventura...
A vida é vã como a sombra que passa...
Sofre sereno e de alma sobranceira,
Sem um grito sequer, tua desgraça.
Encerra em ti tua tristeza inteira.
E pede humildemente a Deus que a faça
Tua doce e constante companheira...

(Manuel Bandeira)

7 comentários:

Jorge disse...

Por vezes, a dor que sentimos faz parte da felicidade que tivemos.
Bj
J

FelisJunior disse...

...é complicado..isto...sofrer, porque um dia foi feliz...
Bom feriado!

Ingrid disse...

sempre refletir..
beijos.

# Poetíssima disse...

Maravilhoso Bandeira..

mfc disse...

A redenção pelo amor...!

Ângela Coelho disse...

Manuel Bandeira sempre atual apesar de ter ido para o outro plano à tanto tempo.
Beijos.

Álvaro Lins disse...

Expiação e ... Redenção.:)!
Grande Bandeira
Abraço