quinta-feira, 7 de julho de 2011

Timidez

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

- mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

- palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

- que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...

e um dia me acabarei.

(Cecília Meireles)

16 comentários:

MOISÉS POETA disse...

Cecilia Meireles é sempre uma delicia de se ler...

um beijo !

mfc disse...

Um poema dolorido e sentido...e ao mesmo tempo lindo.

Maciel Amaro disse...

Oii estou te seguindo!
Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)
Bjs

http://conversadeblogueiro.blogspot.com

edumanes disse...

No teu lindo poema,
Basta um pequeno gesto
Para que te leve
Mas se fôr esse o tema
Numa palavra perdida
Pôe antes um vestido transparente
Para mostrares tua beleza
O teu amor navegando encontrarás.

Desejo, feliz, final de semana.
p´ra você.
Um abraço
Eduard.

Maciel Amaro disse...

Obrigado sempre estarei por aqui xau bjs

Talita disse...

Passando para divulgar meu novo blog,

http://silmartatimodas.blogspot.com/

Espero sua visita lá.

beijoss!!!
bom final de semana!!

Ricardo Miñana disse...

Un poema precioso lleno de hermosura
que tengas un feliz fin de semana.
un abrazo.

Jorge disse...

Belo poema, foi um gosto lê-lo.
O que importa é conseguirmos dar a nós prótrios o tempo e o espaço para viver tudo o que é normal.
Abrs
J

Miltextos disse...

De tantos lindos poemas, todo dia,
a poetisa antes virou poeta,
depois virou a próprio poesia...

beijos poéticamente corretos

Vera Lúcia disse...

Olá Déia,
Um poema encantador.
Gosto de ler Cecília Meireles.
Um belo fim de semana para você.
Beijo.

Lindalva disse...

bom dia Déia visitinha rápida na base do copia e cola às 8 da noite de hoje se encerra a copa blog, um evento que estou participando será que dava para depositar uns votinhos e pedir para os amigos do orkut, facebook, msn sei lá para tb depositarem? Kkkkk é só entrar na http://dado.pag.zip.net/ vai sair uma janela dizendo que é a final clica em ok e ai abre uma janela com meu nome Lindalva e o da amiga concorrente (na verdade 2 bannerzinhos o meu Ilha da Lindalva) BASTA DÁ UM CLIQUE EM MEU NOME Lindalva e sai a confirmação do voto.
PS: quando a página abre tem um comunicado importante do administrador do site desce a barra porque os banner para votar estão logo abaixo e é só clicar no bannerzinho azul.
Fuiiiiiiiiiiiii desculpe a pressa estou atras de votos kkkkk. beijos

Álvaro Lins disse...

Excelente escolha e belíssimo poema de C. Meireles.
Bjo

Alexandre Fernandes disse...

Apenas um leve deixar implícito. algo a ser captado, decifrado.

Este poema dela é muito lindo.

Beijo Deia!

Fernanda disse...

Não conhecia esse poema da Cecília Meireles. Lindo!

sandrinha disse...

Adoro todos os poemas de cecilia meireles...lindos este é um dos mais lindos...

Rosiarte disse...

Belo poema.
Passando por aqui para deixar o meu abraço. Que Deus te abençoe.