domingo, 24 de outubro de 2010



Dá-me a tua mão desconhecida,
que a vida está doendo e não sei,
como falar a realidade, é delicada
demais, só a realidade é delicada,
minha irrealidade, e minha
imaginação são mais pesadas.

(Clarice Lispector )

2 comentários:

DRYELE disse...

seguindo ja vc flor
que bom que gostou volte sempre
o seu ta otimo tbm
e gostei muito desse post gosto de clarice
:)

beijooooo

andryelle.blogspot.com/

Déia disse...

Obrigada e seja bem vinda...Bejs